Facebook

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Bahia de Todos os Santos : Paraíso Terrestre

" Eu estou maravilhado... Tanto que  pensei que  parte de mim estava perto do Paraíso Terrestre pois cada elemento empurrou-me para acreditar" Américo Vespúcio, Novo Mundo.




Viajar por Salvador é reviver o inicio da colonização brasileira, 1501, a história está enraizada nas margens desta enorme Bahia! Nós podemos imaginar as caravelas do passado deixando suas ancoras na costa do Brasil lotadas de escravos. Terceira cidade mais populosa do país, Salvador é a cidade mais africana do continente. Apesar de  80 % da população ser afro descendente a metrópole possui 365 igrejas. Por isso a vila foi batizada com expressão  " A Roma negra do Brasil".
O candomblé surgiu da fusão do catolicismo romano e o animismo africano. Hoje existem 3 milhões de brasileiros praticantes de candomblé. Salvador tem a cultura e o espírito  impregnada desta religião.
A Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos localizada no Pelourinho foi construída por e para escravos, apos o expediente de trabalho. Os santos são negros e o interior é decorado com azulejos com escadas estilo rococó. Até hoje as missas católicas são realizadas com percussão africanas. Assistimos a missa das onze da manhã no domingo, o ritual é emocionante!















Culinária

A culinária baiana  tem reputação internacional, na minha opinião com muito mérito! A comida é a imagem da cidade: sensual e colorida. O azeite de dendê e o camarão seco estão presentes em quase todos os pratos. As baianas vestem roupas tradicionais e se instalam nos cantos das ruas para vender seus acarajés frio ou quente (sem ou com pimenta).Outros pratos típicos e suculentos são vatapá, queijinho coalho, moqueca, caruru, ximxim de galinha e sarapatel. Alguns dizem que o traje das vendedoras de acarajé é influência Angolana, outros acham que a roupa nasceu da vontade das mulheres negras usarem ricos vestidos. 




Restaurantes:        Sorriso da Dada , Frei Vicente 5 33219642
                     Restaurante Yemanja
                     Restaurante Paraíso Tropical


Centro histórico

"Toda a riqueza do homem baiano  na sua graça e na sua civilização, e em toda sua infinita pobreza, todo seu drama e toda sua magia nascem e se reencontram na cidade velha" Jorge Amado.

A frase não é mais tão verdadeira pois o centro Histórico está totalmente renovado e repleto de pousadas , restaurantes e lojas de lembranças. Ao contrário do Pelourinho, os bairros ao redor estão um pouco abandonados e confusos.Apesar disso, mostra um centro histórico mais real comparado ao turístico Pelourinho.
As principais atrações : Largo do Pelourinho , Largo do Cruzeiro de São Francisco, Museu de Artes SacrasFundação Jorge Amado, Convento e Igreja do Carmo, Stúdio Fotográfico Pierre Verger ( fotógrafo francês morreu na Bahia e retratou a cultura desta região a partir dos anos 40).
















Onde nos hospedamos no Centro histórico : Studio do Carmo


Barra Ondina


A Praia do Porto da Barra é uma das  10 mais belas praias do mundo. O local foi eleito, pela segunda vez, pelo jornal inglês The Guardian. O pedaço de mar valorizado está  entre dois fortes: Santa Maria e São Diogo.
O Farol da Barra é também uma das maiores atações turísticas de Salvador, gostei muito da vista já o museu não é imperdível   
O Bairro Rio Vermelho abriga bares, botecos além dos acarajés da Dinha, Cira ou Regina. O bairro é  sede da praia da festa de Yemenjá , todo mês de Fevereiro, e da Casa de Yemenjá.
















Via Verde

A via é uma área de proteção de mata atlântica  no litural norte de Salador.A barreira natural é um projeto para evitar o exagerado  desenvolvimento e urbanização da região e manter a paisagem original.  
A rota, também conhecida como estrada dos coqueiros, percorre de Cachoeira de Itaim ( divisa com Sergipe) até Salvador.
No sentido de Salvador até  Sergipe nos deparamos com as seguintes praias:
Arembepe: Projeto Tamar, primeira aldeia hippie do Brasil
Guarajuba: menos popular que Arembepe, mais condomínios privados
Itacimirim
Praia do Forte: antiga vila de pescador, hoje é um balneário muito turístico, Projeto Tamar
Imbassaí
Santo Antônio: adorei praia de Diogo
Costa do Sauípe : grandes Resorts 
Mangue Seco: dunas lindíssimas 













Agradeço aos companheiros de viagem Danielle , Rogério, Flávio, especialmente ao meu grande parceiro de aventuras e fotógrafo de viagens Vincent Brignol . Muito devo também a Baiana Erica Souza pelas dicas de viagem e ao meu preferido livro de viagens Routard.











2 comentários:

  1. Em 2007 fomos pro Estado da Bahia. Gostamos muito da Via Verde : Mangue seco, Santo Anonio e sobre tudo Imbassai.
    As nossas fotso aqui :

    https://plus.google.com/u/0/photos/107806110319363639630/albums/5135283453395094385
    https://plus.google.com/u/0/photos/107806110319363639630/albums/5135283303071238817
    https://plus.google.com/u/0/photos/107806110319363639630/albums/5135283101207775585

    E tambem gostamos muito da Chapada Diamantina. Mas isso é outra historia.

    ResponderExcluir